Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

AS Convenções de Anime no Brasil

Fala galera!!!
Com mais uma convenção chegando estou colocando um post bem antigo meu que não foi postado não sei por que... Espero que gostem!

Convenções de Anime. Hoje em dia, esse nome é muito comum, seja conhecido por sinônimos (feiras, eventos, encontros) as convenções hoje em dia são uma fonte de renda muito lucrativa. Porém, a 10, 15 anos atrás não era bem assim.
Encontros de anime e mangá eram muito (mas MUITO) raros nos anos 90. Obviamente, os animes tinham espaço em eventos de outras mídias, como o Encontro Internacional de RPG (que durou de 93 até o ano passado- infelizmente em 2009 ele não ocorrerá), mas o evento de anime considerado pioneiro realmente foi o MANGACON- que teve sua primeira edição em 94 e era idealizado pela ABRADEMI, um grupo especializado em cultura japonesa.


Eis que em 99, apoiado pela grande aceitação da revista Animax e a nova onda começada com Cavaleiros do Zodíaco e mantida com Pokémon/Dragon Ball Z, Sérgio Peixoto, editor da revista citada e dono do estúdio PPA, realizou em Outubro a primeira ANIMECON. Realizado no prédio da Fundação Cásper Líbero, em plena Av Paulista, o evento foi um sucesso, atingindo entre 5 a 6 mil pessoas durante o evento- Não se engane: esses números, para a época, eram MUITO altos!
Obviamente, no ano seguinte, uma segunda Animecon aconteceu: realizada no mesmo lugar, desta vez o evento contou com o Patrocínio da Rede Bandeirantes de Televisão, que rendia bons índices de audiência com seu programa BAND KIDS: apresentado pela carismática Renata Sayuri (que encarnava a super heroína KIRA) o programa tinha em sua grade Dragon Ball Z, El Hazard e Tenchi Muiyo. Além do patrocínio, a apresentadora fez sua participação no evento: na abertura e na sala da Band, atendendo aos fãs com fotos e autógrafos, além de ceder uma entrevista a este que vos escreve, para um antigo fanzine de um antigo fã-clube que não existe mais(infelizmente, também não tenho mais a entrevista).
Com um público praticamente duas vezes maior que o primeiro evento, eis que foi necessário um novo lugar para sua realização. O local escolhido para a ANIMECON 2001 foi a faculdade Anhembi-Morumbi, a 15 min do metrô Bresser. Contando com um lugar bem mais amplo, com várias salas e espaço para estandes, foi dado ao evento o status de “Internacional”, devido as caravanas que outros países da América do Sul que iam para visitar o evento. Em 2002, novas mudanças. A essa altura, eventos de anime eram uma constante durante o ano e em diversos lugares do país, mas a Animecon era o ápice: desta vez, realizada na Escola Católica Marista Arquidiocesana, o evento atingiu status nunca antes sonhados: diversos estandes de diversas editoras lotaram a escola, que com sua arquitetura de época e fácil localização (em frente ao Shopping Santa Cruz), o evento foi quase perfeito, contando até, pela primeira vez, com a participação de uma banda de Anime Songs: a pioneira Keys of the Light, que agitou o público presente com canções-tema de animes e tokusatsus dos mais variados. Porém, a rigidez excessiva da organização do evento, e falta de preocupação com alguns grupos que ajudaram no evento causou um mal-estar no público mais atento, e que já conhecia a personalidade polêmica do organizador.
Em 2003, houve a maior revolução da história do mangá e anime no Brasil. Realizado pela Yamato Produção, o ANIME FRIENDS 2003 prometeu algo ansiado por quase duas décadas pelos fãs de anime e tokusatsu: Nada mais nada menos que um show com AKIRA KUSHIDA e HIRONOBU KAGEYAMA, os cantores dos temas de Jiraya, Jiban (Kushida) e Changeman, Dragon Ball Z (Kageyama). Realizado nos mesmos dias, o Animecon teve o MENOR PÚBLICO desde sua primeira edição.
O resto vocês já conhecem: vários eventos pipocaram, além dos dois maiores (Friends e Animecon). Outras cidades, como minha amada Osasco, também realizaram (e realizam) eventos periódicos, e cada vez mais fãs de todo o país se juntam para celebrar este hobby que tanto nos satisfaz: Mangá, Anime e todas as suas variantes.
Não postei muitas fotos, até por que não há muitas interessantes (não tem nenhuma da Friends por que todo mundo sabe como é... Eu quis mesmo relembrar esses primeiros eventos ANTES da Friends, para quem não viveu isso conhecer e para quem viveu (como eu) relembrar com alegria os bons tempos... ou não!

Reações: