Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Homem de Ferro 2: Seguindo o padrão

Saudações amigos nerds!

O blog AINDA está parado, mas agora é devido minha preguiça, mesmo. Minhas escusas a todos. Essa semana, assisti ao Homem de Ferro 2, junto com minha amada, e como prometi a mim mesmo, faria um post decente para vocês, esmiuçando o que de mais legal (e não tão legal assim) aconteceu na seqüência da saga do Tony Pinga nos cinemas! Não vou me ater muito na história, pois ele é muito recente, então não se preocupem com spoilers do mal...

O Filme se passa algum tempo depois do primeiro (não lembro quanto tempo, hehehehe). É muito interessante a visão do diretor Jon Favreau ao mostrar um Tony Stark celebridade, devido a sua identidade revelada no final do primeiro filme, que se apresenta de forma bem narcisista e arrogante.

A principal trama do filme está no governo desejando a armadura do ferroso, considerada um agrande “arma” para o governo. Aqui entra o primeiro ponto que considero muito legal no filme, essa corrida armamentista que povoa os EUA desde sempre... Nosso protagonista “escapa” dessa investida americana de forma espetacular, com uma frase que eu gostei muito: “Eu privatizei a Paz!”.

Porém, a megalomania de Tony acaba crescendo cada vez mais, mas a explicação é ainda mais profunda: a “bateria interna” de Stark é alimentada por Paládio, e isso está gerando um envenamento em seu corpo, que cresce aos poucos. Uma nova secretária é contratada, quando Pepper Potts é nomeada presidente, deixando Stark e a ala masculina do cinema malucos: a sensual Natasha Romanova (mas que usa outro sobrenome neste primeiro momento). Porém, ela muito misteriosa e no decorrer do filme pe revelado sua verdadeira missão, como a espiã Viúva Negra a serviço da Shield.

Do lado dos “bad guys” destacam-se Justin Hammer e o Chicote Negro (Whiplash) que são ótimos contrapontos ao Stark/Homem de Ferro em todos os aspectos: na ambição e na inteligência. Os atores mandam muito bem em seus papéis, com destaque para Hammer, que é MUITO CHATO, de uma boa maneira de dizer.

Agora sobre o filme em si, o que dizer?

Pegando um trecho da resenha do blog 100Grana: “Esqueça a manada de vídeos promocionais. Esqueça a pirotecnia comum em filmes do gênero. Esqueça – ou tente esquecer – que é a sequência de um dos melhores blockbusters da década passada. Esqueça até mesmo as referências ao restante do Universo Marvel. Homem de Ferro 2 por si só é a definição audiovisual da palavra ‘diversão’”

Acho que resume bem o que é o filme: não é revolucionário e nem te faz pensar, mas DIVERTE! E muito!

A ação não demora para acontecer e as seqüências de luta são excelentes, com destaque na luta dos “Homens de Ferro” Tony Stark (cada vez mais tragado pela bebida) e Jim Rhodes.

Nick Fury e a SHIELD tem mais destaque no filme e o Projeto Vingadores começa a se formar, fora que Scarlet Johansson como Viúva Negra acertou PERFEITAMENTE o tom: não está extremamente sexualizada e nem “carlota” demais... Está no “ponto” (com perdões a minha namorada ^^), mas pra mim seria ainda mais acachapante se ela estivesse com o cabelo curtinho! Sei lá, ela com cabelo comprido e encaracolado, pra mim, tirou muito o sex appeal dela...

No mais, o filme é muito bom- está no mesmo patamar do primeiro, não o supera, mas ta no mesmo nível, bem diertido, eletrizante e com um BAITA hype para outros filmes Marvel que vem por aí...

Agora é só aguardar o Thor, que pela foto divulgada recentemente, também promete!!!

Reações: