Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Ars Magica


Olá, pessoal! Depois de um belo período de ausência, cá estamos de volta! E hoje abordaremos um belo de um RPG clássico, o velhinho Ars Magica. Sinceramente, uma bela de uma resposta a qualquer um que ainda tenha a mentalidade de que jogos gratuitos sejam necessariamente "inferiores".


O jogo é ambientado no cenário chamado "Europa Mítica", um equivalente da idade média européia com todas as suas lendas e mitos sendo bem reais. Como o nome do jogo já dá a entender, o foco central aqui são personagens magos e a forma como eles interagem com o mundo ao seu redor. Sendo um jogo especialmente focado em magos, era de se esperar que o seu sistema de magia fosse algo de destaque, como de fato o é: em vez de seguir a fórmula de listas de feitiços (muito em voga em 1987, ano de sua primeira publicação), temos aqui um sistema que (aos meus olhos, pelo menos) soa um tanto quanto parecido com o sistema de magia de improviso, usado em GURPS(ou será que o sistema de GURPS foi inspirado em Ars Magica?), em que as magias são criadas com a combinação de verbos e substantivos (como um toque de charme a mais, em Ars Magica os verbos e substantivos mágicos estão todos em latim, recriando a atmosfera do tipo medieval de erudição). Além disso, o jogo ainda é inovador no sentido de estimular uma narração mais aberta, compartilhada até, entre narrador e jogadores (novamente fugindo daquilo que estava em voga na época de sua criação).

Curiosidade: algumas sementes do que seria o (antigo)Mundo das Trevas, da White Wolf foram lançadas com este jogo, como por exemplo, o conceito da Ordem de Hermes (uma grande ordem mística dividida em casas com diversas especialidades, que posteriormente daria as caras em Mago: A Ascensão e todos os seus derivados) e da casa Tremere (que posteriormente seria um clã de vampiros magos em Vampiro: A Máscara). Muito interessante e já figura, faz um bom tempo, na lista de "jogos que eu ainda quero mestrar ou jogar algum dia".

Site da editora: http://www.atlas-games.com/product_tables/AG0204.php
Link para o download gratuito: http://e23.sjgames.com/item.html?id=AG0204

Em tempo: Para aventureiros de sebo suficientemente sortudos, em algum ponto do milênio passado foi lançada uma tradução para o português desse jogo. Reza a lenda que ela é terrível, mas que aquele que cumprir o ordálio de conceber e mestrar até o fim uma campanha seguindo essa versão traduzida terá poder sobre os próprios pilares da criação.
Mas são apenas lendas.

Reações: