Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Pipoca: Tiger & Bunny

Esqueça por um momento o modo como os americanos retratam os super-heróis. Porque se realmente eles existissem, com certeza seriam patrocinados por corporações e fariam a galera delirar com suas aventuras retratadas em reality shows!

Há 45 anos um estranho evento dá super-poderes a uma serie de indivíduos, que passam a ser chamados de NEXT. Muitos vivem a anônimos e tantos outros decidem usar seus poderes para algum propósito, seja ganhar dinheiro ou salva vidas em perigo. Kotetsu Kaburagi, conhecido Wild Tiger, é o herói mais antigo ainda em atuação, apesar de não ser tão mais velho que os outros. Porem seus ideais são de outra geração, enquanto os heróis novatos tem grande preocupação em ficar vistosos perante as câmeras, Kotetsu se preocupa mais com a integridade dos civis. E de que adianta salvar algumas pessoas, se diante das câmeras ele é um grande paspalho?



Na cidade de Sternbuild City, um herói só pode ficar em atividade se for patrocinado por alguma corporação, pois alem de equipamentos pra realizar suas missões ele precisa de alguém que pague os danos que eventualmente causa. Tudo isso vai a publico no programa Hero TV, que segue todas as atividades dos principais heróis da cidade, havendo inclusive um ranking que classifica as atividades dos heróis para ver quem foi o melhor herói da temporada, sendo que o pior pode perder seu patrocínio e dar lugar a um personagem totalmente novo. É o que acontece com Kotetsu, por ser o super-herói menos lucrativo da cidade a sua patrocinadora resolve lhe dar um novo uniforme e colocá-lo a sombra de um parceiro, o carismático Barnaby Brooks Jr. E suas motivações para ser herói não são nada nobres...


Tiger & Bunny é um anime de 2011 com 25 episódios produzidos pela Sunrise (Gundam), e com character design de Masakasu Katsura, autor de mangás como Video Girl Ai e Zetman. Podemos dizer que fizeram uma trama clichê incrivelmente interessante, ancoradas em personagens mais complexos do que aparentam. O herói veterano Wild Tiger mesmo dentro daquela maluquice heróico-corporativa (todos os heróis estampam patrocínios de empresas reais) se mostra bem próximo de uma pessoa comum, tenta aceitar que o mundo não é mais do jeito que ele entende e gosta, mas mesmo assim faz o impossível para salvar as pessoas. Mesmo sem um tostão no bolso e nenhum fã comprando seus action figures.

Eu não acompanhei muitos animes em 2012, mas dos que vi esse com certeza é o mais divertido :)

Reações: