Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Fliperama: Sonic Generations

Sou uma viúva da Sega. Muitos sabem disso.

Acho os games de Mega Drive muito mais divertidos que os do Super Nes, mas o Sonic mais recente que joguei tinha sido o Adventure 1 para Dreamcast- sendo assim, não consegui entender por que raios o ouriço azul era tão mal visto e zoado pelos gamers. E eu gosto dos amigos do Sonic, consigo ver sentido neles, então não entendia por que o povo criticava tanto a inclusão deles nos jogos, ou as histórias dos games (que sempre me pareciam interessantes). Mas por medo de perder dinheiro, não peguei nenhum Sonic da nova geração.



Até o anúncio de Sonic Generations.


Com a promessa de trazer a jogabilidade do nosso querido mascote (que foi meio falha em Sonic 4), a Sega trouxe o Sonic barrigudinho de volta, mas sem esquecer do atual: a nova história seria um crossover, mesclando as duas jogabilidades; e essas foram as minhas impressões do game:

História:

Os amigos do Sonic preparam uma festa para comemorar seus vintes anos, quando de repente, uma criatura estranha aparece, absorvendo todos os seus amigos. Esta criatura, chamada de Time Eater, é responsável por uma anomalia temporal, que faz com que as duas versões do ouriço se encontrem.

Não consegui entender muito bem se nesta parte trata-se de universos paralelos ou que seria o Sonic do passado, mas de toda forma, funciona. O principal objetivo no game é terminar as fases para que seus parceiros possam ser libertos e "a linha temporal" da fase seja restaurada (onde cada fase representa um game da franquia).

É muito divertido ver as reações dos parceiros do Sonic atual para com o velho mascote do Mega Drive. Chega a ser hilário as piadinhas que são feitas, ao fim de cada fase;

Gráfico e Som

O que dizer dos gráficos de Sonic Generations? Talvez seja a facilidade de fazer jogos dessa forma, mas o game design é o melhor que eu já vi em jogos de plataformas de todas as gerações! Posso estar parecendo "ista", mas apesar do jogo ser bem linerar, a profundidade das fases e a modelagem dos personagens são muito,mas muito bem feitas.

Lembrando que as músicas e efeitos sonoros são todos remasterizados, com ênfase e destaque totais para as músicas: as versões rearranjadas das fases de 16 bits e as versões mais "simples" para as fases com o Sonic barrigudinho.


Jogabilidade
Como não joguei os games de Sonic dessa geração, não posso atestar se houve melhora, como muitos sites alardearam. De toda forma, achei a jogabilidade moderna bem fluida, com velocidade extrema! Porém, achei os movimentos do personagem um tanto "travado" quando era necessário pular, ou fazer coisas um pouco mais complexas. Em contrapartida, o sistema de "mira" para atingir os oponentes ajuda bastante.

Já para o clássico, não há muito o que dizer: está extremamente fiel ao do Mega Drive. Os comandos respondem bem (apesar de as vezes falhar um pouco), e a velocidade e movimentos são idênticos aos dos anos 90. E diferente do que muitos pensam: Sonic clássico não é um jogo de "adivinhação": é um jogo de reflexos.

Porém, o ponto fraco fica para a últiam fase, com uma jogabilidade confusa de se entender (sem maiores spoilers).


Diversão

É um pouco complicado falar em diversão quando se trata de Sonic. Você pode se divertir muito, ou se frustrar muito.

Se você é adepto dos mimimzentos que falam da franquia como um jogo de "adivinhação", vai continuar com a mesma opinião, apesar do jogo ser muito bem executado, e você poder até repensar seus valores, pois a música, o game design como um todo... tudo é muito bonito, muito frenético.

Durante o jogo você pode achar extras de músicas do jogo (e de toda a franquia), concept arts... Tudo como um grande tributo a serie, além dos desafios dos rivais emque você enfrenta caras como Silver, Shadow e Metal Sonic.



Conclusão

Sonic Generations é um grande jogo, fazendo o ouriço azul brigar novamente de igual para igual com os grandes do segmento (sim, Mário, estou falando com você!). O clima retrô traz os antigos fãs de volta, e o moderno mantém a molecada conquistada nesses anos em que ele tinha "jogos ruins".

Mas principalmente, em ambas as versões você vai se divertir e ter muitos momentos incríveis. Vale mesmo a compra!

Nota 9

Obs: é importante lembrar que nossos parceiros do Projeto Jogatina também fizeram um review, mostrando a primeira fase!

Reações: