Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

quarta-feira, 14 de março de 2012

Mimimi: Podcastólatra e Síndrome do Intestino Irritado (???)

Olá pessoal! E começa mais um mimimi aqui no Gambiarra, com a nova rotina de coluna+podcast (tô lascado). Hoje farei mais um desabafo, mas com um pouco mais de conteúdo pra vocês dessa vez.


Fui apresentado a podcasts pelo meu irmão, o Diego Shinobi. Antes não fazia ideia do que era. Via os posts do MdM, mas nem me interessava em ir atrás (a internet lerda também não ajudava). O primeiro podcast que ouvi na vida foi o Round 22 do Nowloading, sobre Golden Axe; lembro que gostei muito do tema, mas fiquei maluco mesmo quando ouvi o Round 20, sobre Megaman (sim, eles são impuros), que se tornou meu cast favorito até hoje. Hoje, além das tentativas do Gambiarra, já participei de um Fenixcast do Batman, e devo aparecer mais por aí...


 Desde então, me viciei em podcasts... ouço vários diferentes e muitos mais de uma vez (para "desespero" da esposa). A questão é que esses programinhas de poucos megas me fizeram um bem gigante. Seja pelo lado de me incentivar a começar com o gambiarra e com o podcast dele, seja pessoalmente, pois tenho um pequeno problema. Alguns médicos "pré-diagnosticaram" como "Síndrome do Intestino Irritado": consiste em... bem... toda vez que fico nervoso ou ansioso, fico com vontade de ir no banheiro.

Mas assim, muita vontade mesmo, a ponto de sair de casa fazendo o caminho mentalmnte e pensando onde eu posso descer e usar o banheiro. Sei, por exemplo, cada estação de Osasco até a Barra Funda e depois até a Vergueiro que tem banheiro antes e depois da catacra (ou se não tem). Muitas vezes prefiro sair de ônibus, pois a facilidade pra descer e ir ao banheiro é maior... Pode parecer engraçado eu falando, mas é um esquema muito complicado, cheguei a perder bons empregos por conta disso, além de encontros com amigos (como no recente Boteco on the Rocks e o encontro com a galera do Fênix Down).

É... eu conheço bastante esse mapa!

Porém, esse probleminha poderia ter ficado muito maior se não fossem os podcasts. Eles não resolveram completamente, mas o fato de ficar ouvindo a galera conversando sem ter que interagir (acreditem, não ficar com vontade de ir ao banheiro demanda muita concentração) me ajuda e muito a controlar a ansiedade, o nervosismo... Prestando atenção ao papo, eu fico muito em paz, esqueço os problemas. E quando leio um livro junto, eu desligo do mundo.

Então, se vocês que me encontram na rua acham que sou anti social por quase não conversar, saibam que estou me controlando, me concentrando. É chato, é desagradável... mas acreditem, é ainda mais pra mim.

E é isso aí, galera! Mais um pouquinho da minha vida (acho que vou mudar o nome dessa coluna para "auto-ajuda", heauheuaeh)...

Reações: