Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

sábado, 10 de março de 2012

Pipoca: John Carter: Entre dois mundos

Olá, galera! Cá estamos com mais um filme que realmente chegou como uma surpresa para mim! Nunca esperei que veria um filme do "Super-homem marciano" de Edgar R. Burroughs realizado por um grande estúdio como a Disney! Menos ainda esperava que ele fosse tão proveitoso para alguém que (como eu mesmo e como o espectador médio) não tivesse tanto conhecimento sobre o personagem.
E do que trata a história? Bom, o titular John Carter é um ex-capitão do exército confederado americano que após a guerra civil tenta ganhar a vida em busca de ouro e se esquivando da lei. Durante um atrito com oficiais que escala para um atrito com índios, Carter busca refúgio em uma caverna onde subitamente surge um estranho que o teleporta para um vasto deserto desconhecido onde Carter se descobre capaz de saltar distâncias monstruosas com esforço mínimo.
Carter acaba sendo capturado por uma raça guerreira nativa (os Tharks) e se envolve por acaso na guerra civil entre os humanos de Zodanga e Helium. Ok, menos por "acaso" e mais por morena bronzeada de olhos azuis e trajes mínimos.
Enfim, Carter envolve-se em uma aventura em que sua recém-descoberta super-força será usada para levar paz a Barsoom (como os nativos chamam o planeta que conhecemos como Marte), conquistar a garota e voltar para a Terra. E sinceramente? Ainda não li a história que originou o filme (Uma princesa de Marte), mas se for pelo menos metade daquilo que ficou no filme, já fico impressionado de ver que ideias tão avançadas já estavam em uso lá por volta de 1912!
De fato, com esse filme vemos como John Carter é uma influência não mencionada para MUITA coisa da cultura pop. Por exemplo, os super-saltos e a super-força de Carter ao chegar em Marte são EXATAMENTE os mesmos poderes que o Superman apresentava na época de sua criação; a divisão de marcianos entre verdes, brancos (e vermelhos), que vemos na histórias de Jonn Jonn'z, o Caçador de Marte, da DC Comics, também vem daqui. Outro personagem espacial da DC (muitas vezes esquecido) que tem uma grande influência de Carter é Adam Strange, sempre em trânsito entre a Terra e o planeta Rann. Os exemplos são muitos e se eu me estender neles acaba dando outro post. O que resta dizer é que saiu um belo filme de ação e fantasia (nem TENTEM chamar de ficção científica) que por sinal é o mais sangrento e violento que já vi sair dos estúdios Disney (há até DECAPITAÇÃO na tela!). Não deixem de ver!

Trailer da obra:

Reações: