Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Fliperama: Street Fighter x Tekken



Olá pessoal! 

Faz tempo que não faço análise de games por aqui...Falei bastante no Mimimi, mas por aqui no Fliperama, não...

Alardeei no que considero o primeiro "Hype" do blog a possibilidade do game Street Fighter vs Tekken ser o maior crossover da década... E, apesar de poucos crossovers atuais, ele ainda ganha o título com larga vantagem, além de figurar entre os melhores games de luta de todos os tempos. Mas vamos a análise, que na conclusão (tentando uma abordagem diferente) eu explico melhor isso.

Falei no Fliperama de Super Street Fighter 4 que a história é o de menos, mas nesse caso cabe um "plano de fundo"; então vamos a wikipedia:

Na Antática, um objeto desconhecido em formato de caixa se choca em seu solo. Estudiosos analisaram sua substância e descobriram que a energia libera uma energia sem limites durante um conflito físico ou emocional. Baseado em mitologia, os cientistas nomearam o material de Pandora. A reação causada pelo Pandora ganha atenção de muitos lutadores dos universos de Street Fighter e Tekken após sua descoberta, principalmente das organizações Shadaloo e Mishima Zaibatsu. A partir de então, cada personagem tem seus objetivos 

Pode não ser um primor de história, mas o roteiro ao menos deixa mais legal e dá um "motivo" para a pancadaria rolar de forma mais ou menos plausível. 


Visualmente e sonoramente falando, o game segue o "padrão de beleza" de SSFIV, mas tudo é ainda mais vibrante: sejam os golpes que estão com mais "cores e brilhos", seja a inclusão perfeita dos personagens de Tekken no "visual Street Fighter", um ponto extremamente positivo para os designers do jogo, que conseguiram realmente fazer uma mescla bem competente. É um game de luta da Capcom com "participação especial" dos personagens da Namco. Entretanto, a quantidade de cores e luzes piscando tira um pouco da "imersão" do jogo: o sistema parece até funcionar (ainda não mexi direito nele), mas ficar "brilhando colorido" é muito Capcom vs Marvel (não que seja ruim, mas a proposta é diferente). Já o som é muito bom, mas confesso que não me apeguei muito a temas de personagens (na verdade, só a música de abertura - muito boa- realmente me empolgou).


Mas o ponto que mais me chamou a atenção com certeza são os cenários. Arrisco dizer que são os mais bem elaborados da história dos games de luta, pois brincam com a mitologia das duas franquias, variando desde os chefões do Final Fight em um teatro kabuki até mamutes renascidos lutando ou perseguindo hovercrafts (passando por robôs gigantes, dinossauros e o que mais você imaginar). 

Voltando a questão do sistema do game, SFvsTekken não é um clone de Street Fighter, muito menos um game de crossover estilo Marvel vs Capcom: ele tem um sistema próprio, que usa a engine de SF4: um pouco mais rápida, é verdade, mas nada comparado a Marvel vs Capcom e sua velocidade epilética (é importante frisar que é uma questão de direcionamento de franquia em si, não um defeito).


Os combos seguem os padrões dos "quick combos" de SF4, bem como a jogabilidade, que é toda voltada para o padrão da empresa. Isso foi uma das questões que mais assustou os fãs de Tekken, afinal Street Fighter é todo pirotecnico, com seus hadoukens e shoryukens de fogo, spinning bird kicks de cabeça pra baixo e etc. Porém, estamos falando da Capcom, e por mais mercenária que ela seja, ela sabe fazer bons jogos de luta. E sabe fazer muito bem, diga-se de passagem.

Os personagens de Tekken estão extremamente bem adaptados, seus golpes (bem mais realistas em detrimento aos da Capcom) foram "transformados" em quase acrobacias: Hworang, por exemplo, é o melhor Kim Kapwhan dos games de luta! E mesmo os personagens do Tekken que possuem projéteis no game foram tratados com "respeito" ao original (como o Blade genérico que lança shurikens). Entretanto, algumas "apelações" com os personagens de Tekken acontecem: não sou nenhum expert em jogos de luta (muito menos a franquia da Namco), mas acho que os golpes de certos personagens poderiam sofrer reduções na quantidade de dano, como os do Kazuiya, por exemplo- obviamente o mesmo vale para os personagens de Street Fighter, mas acho que neste caso, minha "vista grossa" a essa apelação deve-se a minha experência pregressa com os games da franquia da Capcom.

O sistemas de gemas e o sistema pandora não foram explorados ainda por mim, mas acredito que um aprofundamento maior  em suas mecânicas gera-se um sistema de combate mais tecnico e até mesmo mais estratégico (questão que não havia em games das duas franquias- não que sejam "smash button", mas sim estratégias com base no "improviso").


Além do modo versus tradicional, o game tem um sistema online legal, parecido com o SF4 (o problema de som que o pessoal do Fenix Down falou parece ter sido corrigido), mas acho que o grande diferencial (que ainda não testei) é a capacidade de lutar 2x2, quatro players "simultaneamente". O gameplay não muda, e com as trocasa frenéticas de personagens a união entre os dois jogadores deve ser muito alta: um "pro player" não conseguirá levar o time nas costas, por exemplo. 

As lutas são na base do Tag-Team: lutas entre duplas em que pode-se alternar de personagem a qualquer momento (igual Tekken Tag Tournament). Quando a barra de energia de um personagem se esgota, acaba o round, mesmo que o outro esteja com a "vida" completa, gerando um sistema quase desesperador para quem é noob (como eu): você tem que saber exatamente qual seu melhor personagem, para poder alternar, se necessário.
Tal sistema foi bem implementado, mas a mania da Capcom de colocar "posinhas" nos personagens trava e muito essa alternância de forma manual. Ela funciona perfeitamente nos combos.


Quando você acerta um combo, tem a possibilidade de fazer a troca dos personagens de forma automática: e isso fica impressionante quando o cara sabe chegar "combando" o adversário. Outra aplicação ótima para esse sistema são os "especiais duplos", os personagens emendam um Ultra Combo seguido do outro e não os fazem juntos, como na série "Marvel vs".

O efeito é muito bom mesmo!

A palavra de ordem em SFvsTekken é: divirta-se. Seja on line, seja com os amigos em casa. O jogo propicia diversão para todos os tipos de jogadores, dos mais dedicados aos mais "casuais" terão várias horas de diversão. Com certeza, o game é o melhor crossover de games de luta feito até então, e figura entre os melhores jogos de luta já criados em todos os tempo. Sua versatilidade, o carisma dos personagens e principalmente o respeito com que as duas empresas se tratam (pois espero o mesmo tratamento em Tekken vs Street Fighter) deveriam servir de exemplo para muitas produtoras que temos por aí.

Mesmo a Capcom sendo uma mercenária FDP.

Reações: