Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Mimimi: (Agora) Eu entendo podcasters!



Olá pessoal!

É, não teve o Mimimi nem o Gambiarracast na data certa. E o pior é que tava tudo esquematizado, mas devido a uma série de imprevistos, não conseguimos gravar. Mas como tudo é aprendizado, vou falar aqui sobre um pensamento que tinha sobre podcasts brasucas, e que após entrar nesse "mundo" só tem aumentado: o senso de compromisso com o público e o foco no que se faz.

A maioria de vocês sabe que são poucos os podcasts que mantém a periodicidade a risca, ou mesmo que ganham grana com isso. Um está diretamente relacionado com o outro: uma vez que esse é seu trabalho (gerar conteúdo), fica meio obrigatório manter essa periodicidade. E não, não adianta falar que "ah, mas eles não ganham nada com podcasts" por que esses caras em todo programa inserem "informes publicitários" ou mesmo fazem podcasts especificamente para "vender" um produto (ainda não engulo aquele Nerdcast de Contos de Fada). Fora outros produtos relacionados aos podcasts publicados (camisetas, canecas... "badulaques" em geral).

"Mas e quando o cara além do site/podcast tem que ganhar a vida com um trabalho 'normal'? É justificável atrasar podcast?"

Depende. Depende muito.

Qual é a principal "dependência" nesse caso? O foco. Se o site/blog for todo de podcast, o ideal é que se mantenha uma periodicidade, pois seja ela semanal ou quinzenal, todo o site é focado na publicação do cast (por isso não aceitava muito bem os atrasos do Now Loading, por exemplo, em que as colunas do site eram meio que "esquecidas" por causa do podcast). Claro que questões de complexidade ou mesmo temática do cast podem influenciar na dificuldade em editar, por exemplo- mas aí entra novamente o foco: sua temática de cast não dá pra manter uma periodicidade semanal? Faça-a quinzenal, mensal até!

Rapaz BUNITO!


Vejam meus amigos do podcast Sabe Nada no Pauta Livre News, por exemplo: o cast dos caras não tem periodicidade definida (eu, pelo menos, não sei a periodicidade) apesar dos quadros terem sempre "semana" no meio.  E funciona bem, mesmo como uma "piada interna". Mas aí, a piada vira um "meme" ou até mesmo uma cartacterística negativa, como no caso do MRG- mas eles sabem contornar isso muito bem (tanto os amtadores como os manos do Sabe Nada), apesar de eu não entender como é gerir quatro podcast que teoricamente são semanais (no caso do MRG). Acho que a estratégia do pessoal do Level+ com o Game Track e o Papo de Noob funciona bem, pois intercalam as datas quinzenalmente com equipes diferentes (que é o mesmo caso do FenixCast/FenixNews no Fenix Down). 

Mas aí há a questão também quando o podcast não é o foco do site, que é o caso do Fênix Down e do Gambiarra: o cast nada mais é que mais uma atração, algo a mais. Mas como manter uma periodicidade quando se tem inúmeras colunas, além de uma "vida fora da internet"? Essa é a grande dúvida e o grande desafio.


Não é fazendo um "mea-culpa", esse post não serve para justificar o atraso do Gambiarracast (que sai semana que vem). O que estou fazendo é apenas deixando uma série de questões que temos que pensar: quais podcasts cobrar periodicidade + qualidade e quais devemos "relevar". O público de podcast não é gado, não é "consumidor" apenas: ele faz o crescimento de um site acontecer. O recado final que deixo para a galera que ouve é esse: você não faz "mais que sua obrigação" baixando um podcast. Vocês está dando trampo pro cara (e no caso dos "profissionais", grana). Você é um cliente e como tal tem seus direitos.

Desde que você pague por isso (com camisetas, canecas e "badulaques" em geral) e enviando comentários/emails.

Já o recado que deixo aos amigos podcasters que porventura leiam isso aqui eu digo: continuem o bom trabalho. Da minha parte, sei exatamente quais cobrar e quais não cobrar. Sei como é difícil pra galera (especialmene a galera que conheço mais) como é difícil gerar conteúdo de qualidade, em face de tantos outros blogs/sites/podcasts que tem por aí. Como é difícil encontrar uma identidade própria e se manter.

Sei que os senhores fazem isso por que gostam e os respeito (e admiro) por isso.


E é isso aí, galero! Até semana que vem! 

Reações: