Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

terça-feira, 29 de maio de 2012

Curta o Curta! - Jungle Jail

Terça feira não tem treta
mais um dia especial
curta o curta chega na área
nenhum outro blog tem post igual! (mentira)

Mas vá lá, deixa eu ser feliz, hehe.

Enfim, como tem passado pessoal?
Espero que bem.
Este que vos escreve está muitíssimo bem, obrigado e sempre tentando melhorar.

Particularmente nem sabia que na França havia uma escola de artes que incluía arte digital.Informação dada e deixando o enrolation de lado, o vídeo dessa semana é numa violenta e perigosa prisão.
Porém, algo inesperado acontece e o prisioneiro mais fracote acaba se tornando o chefe da parada toda.
Será que ele consegue manter a supremacia?
Confira este vídeo engraçado e descubra!

No mais é isso, boa diversão e até breve!
Abraço!


quarta-feira, 23 de maio de 2012

PUNHOS DA FÚRIA - WWE RAW TOUR BRASIL!


Sim caros companheiros gambiarreiros, sei que não cumpri a promessa de publicar esta coluna semanalmente, mas a falta de tempo da vida cotidiana desse escriba pai de família impede que a frequência seja a desejada / prometida. Mas para compensá-los estou aqui para trazer a primeira parte da cobertura especial do Gambiarra's para um evento porradeiro internacional na Terra Brazilis.

E é juntando a coluna Por Aí com a Punhos da Fúria que trazemos: The WWE RAW TOUR!!! Pela primeira vez no Brasil se apresentando no dia 23/05/2012, mais conhecido como hoje, no ginásio do Ibirapuera em São Paulo as 20h00, e no dia seguinte no Rio de Janeiro no Maracanãzinho, trazendo seus grandes astros e estrelas para o tablado ao vivo! E o Gambiarra's estará presente para assistir, filmar e vibrar com os golpes voadores, cadeiradas, lançamentos para fora do ringue, finishers e encenações (se bem que os bate-bocas entre lutadores, managers e mulheres de lutadores é a única coisa que não curto no WWE). Tudo isso graças a promoção do Arena, em que o dono deste blog, DioRod teve a felicidade de ganhar!

ATUALIZAÇÃO: O evento foi adiado para amanhã no mesmo horário, de acordo com informações obtidas na internet, o voo dos astros foi cancelado, portanto toda a logística elaborada para irmos ao evento foi em vão, mas não desanimamos, amanhã estaremos lá faça chuva ou faça sol!!!

Tentei voltar a acompanhar o WWE alguns anos atrás quando o SBT transmitia as lutas aos sábados a noite, mas depois de algum tempo eles pararam de transmitir e atualmente quem exibe o Raw é o canal Esporte Interativo, só não consegui descobrir o dia e o horário no site da emissora =/


Mas para os brasileiros o Wresteling é um velho conhecido, de uma maneira geral podemos não estar familiarizados com as siglas, mas se mencionarmos Tele-Catch (pra quem tem mais de 30-40-50 anos), Luta Livre ou até mesmo a versão brasileira, Os Gigantes do Ringue, que ainda existe mas infelizmente caiu no ostracismo, muitos irão se dar conta do que estamos falando. (Inclusive O Gigantes do Ringue andou se apresentando em eventos de anime por aí). Quem sabe com esse evento/show e divulgação da mídia não  volta a despertar o interesse do povo brasileiro por esse estilo de luta?!?









Eu não acompanho o WWE como deveria, e no hiato que existiu desde as últimas vezes que vi algo do espetáculo, aconteceu muita coisa e a confusão é muito grande em minha mente, mas pesquisei um pouco pra trazer informações pra vocês. A Wikipedia tá cheia de artigos completos sobre todas as categorias, empresas, shows, lutadores, atuais detentores de cinturões, etc. Nesse tempo que parei de acompanhar, o antigo WWC e o WWF (atual WWE) foram unificados através do monstro Triple H.



Pra terem uma ideia do quão fiquei afastado, não acompanhei a ascensão de Dwaynne Johnson, The Rock, que se tornou muito famoso nos ringues, depois se aposentou e foi para Hollywood e recentemente voltou para o tablado.


Os lutadores da atualidade são fortes e ágeis, como podemos ver em alguns vídeos no Youtube, as acrobacias e golpes "simulados" são cada vez mais reais e por vezes acabam causando danos verdadeiros. Vide o Hugh Jackman (Wolverine) quebrando o maxilar de um lutador no video promocinal da película Gigantes de Aço (tá certo que ele não é lutador profissional e exagerou na encenação, mas de vez em quando alguém sai machucado de verdade, seja por um golpe mal aplicado ou por uma queda errada).






Mesmo sabendo que as lutas são ensaiadas e os golpes não são de fato pra valer, ainda considero empolgante, pois para conseguir os feitos desses caras é necessário muito, mas muito treinamento, calejamento e flexibilidade. Mas não ouso falar na frente de um deles que os golpes não são de verdade, veja o que aconteceu com esse repórter ao desdenhar de um lutador brucutu:





O WWE possui divisões que são caracterizadas mais pela forma de transmissão, sendo o Raw e o Smackdown trasnmitidos pela TV e o NXT e WWE Superstars via internet. Além é claro dos eventos payperview que rendem milhões de dólares e milhões de espectadores no mundo todo. Nos EUA o WWE é um fenômeno a muitos anos, com altos e baixos, mas batendo recordes de audiência em finais, ficando atrás somente de eventos como Superbowl e NBA (e recentemente o UFC).

Mas afinal o que veremos no Brasil?

Realmente nem faço muita questão de saber detalhes, pois quero aproveitar cada momento. Mas pelo menos posso dizer aqui pra vocês quem serão os lutadores que se apresentarão:


E os confrontos serão:







Enfim, não posso finalizar o post sem falar do maior lutador de todos os tempos, na minha opinião, e que é o recordista de combate no tablado, o mais antigo em atividade (desde 1984 ano de nascimento do dono desse blog), mostrando que realmente pode ser um morto-vivo, o quase cinquentão, mas que ainda mete medo em muitos musculosos da WWE: THE UNDERTAAAAKEEERRR!!! Fique com esse vídeo fenomenal  e aguardem até o final dessa semana o review completo com videos e fotos exclusivas!






Os agradecimentos e fontes serão citadas no próximo post.

Até lá!

Mimimi: Aperta Friends


E aí galera!


Estreando um novo formato para o Mimimi (totalmente inspirado pelo Overkill, do Super Controle), vou usar o áudio para expressar minhas opiniões e revoltas.

E com a divulgação das datas e novo local para o Anime Friends, jundo com a Jéssica, vamos falar um pouco do que achamos dessa mudança.





E, segue abaixo, o Comunicado Oficial sobre o local do evento:

Prezado Público
A Yamato Comunicações e Eventos vem por meio desta esclarecer dúvidas a respeito do local escolhido para sediar o Anime Friends 2012, conforme abaixo:
Desde o encerramento da edição passada estivemos em negociação com diversos locais, inclusive com o Mart Center - que por 4 anos consecutivos foi a sede do Anime Friends. Todavia, após longas e demoradas negociações não foi possível concluir a negociação, por motivos alheios ao nosso controle.
Partimos imediatamente, ainda em 2011, para a busca de um novo local que pudesse comportar a estrutura, as atrações e, claro, o público. Cotamos e pesquisamos vários locais conhecidos e que possuem espaços com características semelhantes ao Mart Center. O Anhembi, o Sambódromo, o Expo Center Norte, o Centro de Exposições Imigrantes, o Espaço Transamérica, o Jockey Clube de São Paulo, Clubes como o Espéria e o Clube Militar de São Paulo e até locais utilizados anteriormente como a Universidade Uni Sant'Anna e o Espaço das Américas foram cogitados para sediar a edição deste ano. Infelizmente ouvimos negativas por conta da quantidade de dias solicitados, a indisponibilidade de datas e até mesmo o valor de locação, que acarretaria em consequências ainda piores.
A Faculdade Cantareira apresenta condições para receber nosso prestigiado evento, destacando que tal espaço ainda não foi explorado totalmente em edições passadas.
O local abrigava uma antiga fábrica dos brinquedos Estrela e, para suprir a demanda da época, era necessária uma grande estrutura. Essa estrutura toda estará disponível para o Anime Friends:
  • Bloco A

  • Bloco B

  • Bloco C

  • Bloco D

  • Primeiro andar - Salas

  • Primeiro andar - auditório

  • Segundo andar - Salas

  • Segundo andar - Quadra esportiva

  • Segundo andar - Espaço semelhante ao Bloco C
Por isto, pedimos a compreensão de todos os frequentadores no sentido de apoiar o evento e ter a certeza de que fizemos – e sempre faremos – o possível para que o evento seja a alegria e descontração que todos conhecemos, juntando os amigos e se divertindo juntos com as atrações que em breve estaremos atualizando em nosso site!

Cordialmente,
Equipe Anime Friends

terça-feira, 22 de maio de 2012

Na Estante: A Maldição Do Tigre

Olá flores perfumadas! Diminuindo a minha lista de coisas para ler (se eu empilhasse folha por folha, daria uns 2 metros de altura), terminei o fofo "A Maldição do Tigre", da Colleen Houck. Uma aventura doce e apimentada nas florestas indianas, que faz você terminar o livro com um gostinho de temperos picantes e agridoces e cheiros de flores no ar.


A história gira em torno de Kelsey, uma garota comum de 17 anos, inteligente e prestativa, que não se acha bonita nem mais interessante do que as outras. Órfã recente, vive com sua família adotiva veganista no Oregon em uma vida comum e feliz, porém solitária. Apesar de gostar muito de sua nova família, Kelsey não se deixa amar novamente, por medo de perder aqueles que ama, assim como perdeu seus pais. Na intenção de juntar fundos para a faculdade, Kelsey entra em um emprego temporário de verão em um circo.



A garota é bem recebida pelos integrantes da trupe e fica responsável por alimentar e cuidar de um tigre branco (que, pra quem não sabe, é uma raça indiana e não da Sibéria) e sente uma ligação com o animal assim que os olha nos brilhantes olhos azuis. À partir daí, Kelsey passa a frequentar o estábulo onde fica a jaula do tigre, Dhiren, todas as noites, conversa, lê livros, faz carinho. Um dia, um senhor indiano aparece e oferece uma boa quantia em dinheiro ao dono do circo pelo tigre, para soltá-lo em uma reserva florestal na Índia e convida Kelsey para acompanhar a viagem. Já na Índia, no meio da floresta, Kelsey descobre que o tigre, na verdade é um príncipe amaldiçoado pelo pai de sua noiva, preso no corpo de um tigre por mais de 300 anos, assim como seu irmão, Kishan. Kelsey também descobre que é a escolhida da deusa Durga para quebrar a maldição.

Então, Ren e Kells, como eles se chamam, passam a enfrentar criaturas mágicas, lugares místicos, perigos mitológicos para desvendar a profecia de Durga e retirar a maldição dos dois irmãos tigres.






Apesar de algumas coisas acontecerem meio sem sentido, como Kelsey ser a escolhida da Deusa indiana (como, se ela é americana e nunca teve contato anterior com a cultura do país?), e dos clichês, que até funcionam bem para o tipo de narrativa, é uma leitura muito boa. A forma com que a cultura da Índia é apresentada é simplesmente deliciosa, à ponto de deixar o leitor com vontade de experimentar os pratos exóticos e temperados. O romance entre Kells e Ren é bem colocado, não acontece repentinamente e não é raso. Existe uma sensualidade sutil palpável e é fácil se identificar com a personagem principal: o tigre, tanto em sua forma animal como em sua forma humana, é lindo! Gentil e misterioso, com uma arrogância e prepotência proveniente de sua posição real. E seus olhos azuis...
 
 A autora, Colleen Houck, consegue passar o carinho em uma relação de amizade e companheirismo, e de paixão contida. Vale a pena ler A Maldição Do Tigre, afinal, o livro foi lançado originalmente como e-book e foi impresso devido o sucesso. Collen vem ao Brasil na Bienal em agosto, e tentarei um autógrafo no meu exemplar do livro. Enquanto isso, aguardo ansiosamente a continuação da história (uma trilogia): O Resgate Do Tigre.
Mais sobre o livro e a autora no site oficial (em inglês)


A Maldição Do Tigre
Collen Houck
Editora Arqueiro
344 páginas

Atualizando...
A Luana me corrigiu e me informou que o livro já foi lançado aqui em terras brasileiras na semana passada!

Curta o curta! - Uma Pequena História de Amor

O youtube é, sem dúvida, o grande celeiro de vídeos do mundo.
Capaz de nos presentar com porcarias épicas do mundo todo e em contrapartida, nos trazer belas obras, mesmo que pequeninas e singelas.

E até que ponto a imaginação de uma menina pode chegar?
E será possível levar aquele primeiro amor dos tempos de escola ate o fim dos seus dias?
Como ja mencionei, uma singela obra em stop motion, que fará você lembrar da primeira menina ou menino que você amou.

Por hoje é isso!
Boa diversão e nos vemos em breve!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Especial: Dark War prévia


Olá pessoal!


Muitos sabem que eu tenho a um número da HQ Dark War, que saiu pelo grupo independente RAF Studio. Infelizmente, o grupo acabou e a produção da HQ ficou parada por um tempo, seja por incompatibilidade de agendas dos artistas envolvidos ou mesmo pelo fator ânimo: fazer a editoração de 400, 500 cópias de uma hq é extremamente inviável para mim hoje em dia.

Como meu traço realmente não corresponde ao que tenho na cabeça para DW, decidi por tudo o que posso em palavras. Assim, a HQ Dark War irá virar oficialmente um "livro". As aspas são justamente para justificar que ainda não tenho um formato definido, não sei se será publicado on-line, se irei tanspor o primeiro número para conto, ou se venderei junto. A verdade é que em breve sairá algo nesse formato, e usarei o Gambiarra para divulgar as atualizações e também para distrbuir/vender o produto final.

E teremos ilustrações para trechos da história, que ficarão a cargo do meu irmão e acredito que seja o cara que me ajudou a redefinir Dark War, o Diego Shinobi: quando tentamos fazer juntos DW quando éramos mais novos, ele redefiniu os principais personagens para o estilo que está hoje, e por culpa dele (e da Jéssica) hoje sou viciado em livros, em especial Bernard Cornwell.

E aí tem uma palhinha do que ele pode fazer (lembrando que as ilustrações não seguirão o mangá extremamente clássico da HQ;



E pra galera poder ter uma ideia do que está por vir, segue um trecho (ainda em versão beta):


"Já haviam se passado três dias e eles estavam voltando a Laendokar, o continente dos elfos. O navio tamborilava tranquilamente pelo mar cálido: Seedon, o deus dos mares, estava sendo misericordioso para com eles.

Porém, os demais deuses não teriam a mesma misericórdia quando tudo viesse a tona, mas não conseguiam (ou não queriam) pensar muito nisso..

Tudo o que queriam era um ao outro, mas tudo o que teriam na verdade era a união pela morte. Calid e Thorn, os irmãos que acompanhavam Shindoriel como "guarda-costas" haviam sido dispensados por seu suserano e estavam voltando a sua terra natal, mas sabiam que não chegariam lá vivos, de um forma ou de outra. Tudo isso por que resolveram se apaixonar. Mesmo sendo irmãos, mesmo sabendo da maldição, renderam-se ao sangue Gark de seus ancestrais e sonhavam em ficar juntos.

E agora seriam mortos. Fosse pelo feto que nasceria em breve, fosse pelos tripulantes do navio, que já desconfiavam da verdade a muito tempo. Mas agora, com a barriga de Calid crescendo (sendo que há três dias não havia nada ali), ficou impossível esconder a verdade: a elfa esperava um elfo negro em seu ventre- vindo de uma maldição de Shottanath, o deus da morte, todo fruto de relações entre irmãos elfos resultaria no nascimento de um poderoso demônio que nasceria em questão de dias, matando os pais logo no nascimento. Com as mesmas características dos elfos, mas com coloração tão púrpura que chega próximo do preto, tais monstros foram denominados de "elfos negros" ou elfos demônios.

Com um estrondo, a porta da cabine do capitão estourou em lascas, vindas de golpes de machado. Logo surgiram lanças, cimitarras e arcos, todos apontados para o casal. Thorn sabia que eles estavam fazendo seu trabalho- ele mesmo já tinha feito esssa tarefa nada agradável mais de uma vez. Sabia qual era o modus operandi: mata-se a mãe antes do feto desenvolver habilidades mágicas, para que não tivesse como continuar a gestação. O problema normalmente eram os pais, que lutavam para porteger a mãe e seu "filho", então eles eram os primeiros a perecer. Ele sabia que deveria deixar os elfos fazerem seu trabalho, mas não suportaria ver Calid ser morta. Lutaria, com todas as suas forças, mesmo sabendo que o resultado seria inevitável: ambos pereceriam. Era o preço a se pagar. O maldito preço.

Armado com seu velho machado em uma mão e uma das Cimitarras da Velocidade (uma das cincos espadas concedidas aos guerreiros elfos mais habilodos) na outra, Thorn se preparou para o pior. Sabia que levaria alguns consigo, mas não conseguiria parar todos. Ele, Calid e seu "filho" seriam mortos de qualquer forma. Mesmo sabendo disso, não conseguia conter a fúria dentro de si: "será que isso faz parte da maldição?" pegou-se pensando repentinamente.

Mas já era tarde demais. Os elfos investiram contra ele de forma furiosa.

Quando preparava-se para enfrentar o primeiro atacante, Thorn sentiu uma forte energia em torno de si (fruto de sua metade elfo da luz). Não vinha de seu filho, muito menos de Calid. Era absurdamente poderosa, mas era de um elfo. Num piscar de olhos, os atacantes pararam o ataque, e quando menos esperava, viu seus compatriotas dissolverem diante de seus olhos: primeiro a fumaça subindo dos poros, em seguida a pele derretendo, ficando apenas os ossos. Aquilo não era nem de longe magia élfica. Era necromancia.

Percebendo o cenário de terror a sua volta, Thorn viu que toda a tripulação havia sido morta. Todos da mesma forma horrenda. Andou pelo convés do navio, vendo se havia algum sobrevivente, mas ninguém sobrou apenas ele. Subitamente, sentiu a mesma energia novamente, mas dessa vez estava próximo da cabine! Virando-se rapidamente, contemplou uma figura de armadura completa, com uma capa de um oliva muito escuro. Runas mágicas púrpuras brilhavam levemente em sua armadura. Uma espada de duas mãos flutuava em volta de si.

Thorn sabia quem era. Não queria acreditar que ele estava ali, mas sabia quem era.

O homem virou-se para encarar o guerreiro. Seu elmo tinha chifres protuberantes, mas não se via seu rosto. Pequenas orelhas (para os padrões elfos) projetavam-se para fora do elmo e caveiras prendiam sua capa. E a aura maligna não dissipava. Havia uma fúria, um ódio naquela figura que intimidaram Thorn. Mas, no fundo de sua alma, pareceu entender e até se identificar com esse sentimento. Forçou-se um sorriso: "De todas as pessoas de Miha, você foi a última que imaginei encontrar"- disse.

"Venha comigo, e sua mulher e seu filho serão poupados."- a figura estendeu a mão. O guerreiro exitou: será que não seria melhor deixar os elfos fazerem seu trabalho, ou ele mesmo tirar a vida de Calid? Fosse efeito da maldição ou não, optou pelo que estava determinado a fazer- proteger Calid, mesmo que isso significasse trazer um demônio a terra. Estendeu sua mão em direção ao guerreiro:
"Sim, Vlark, aceito sua proposta!" "

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Gambiarracast #5- Evante Vongadires! #EspecialVingadores

Estamos de volta com mais um Gambiarracast!

E dessa vez, dando sequência ao nosso especial e finalizando um ciclo com o podcast de expectativa dos Vingadores, trazemos nossas impressões do filme com convidados muito especiais!

Então juntem-se a DioRod, Jeh Felixx, Ogro Himself, do Fenix Down e Mateus Six do SuperControle Podcast e vamos "analisar" o filme, dando nossas opiniões sobre cada personagem.






Atenção: há spoilers do filme em si, de outros filmes da Marvel e dos quadrinhos também!

Comentados:

O trio com cara estranha

Thor e Hulk

"Puny God" (SPOILER)

Hawkeye Montana

Clint Barton como Capitão (não mudou nada)

E nãoa chei a cena pós créditos no Youtube, Vejam no cinema!

Obs: a música de fundo ficou meio inaudível em alguns pontos, mas realmente não tive tempo de ajeitar. No próximo cast fica melhor espero).

terça-feira, 15 de maio de 2012

Curta o Curta! - Friendsheep

Olá criançada!
Linda terça , não?
Espero que esteja tudo bem por aí que por aqui está sim, tudo muito bem, obrigado!

Como seriam as coisas se você trabalhasse em um lugar que ninguém se parece contigo?
Mais ainda, como seria trabalhar em um lugar onde você pudesse maquinar planos para jantar seus colegas de trabalho?
Ok, eu sei que soa macabro mas fiquem tranquilos pois nenhum animal foi ferido nestas filmagens ( ao menos espero que não).
Friendsheep, é o vídeo dessa semana, onde um lobo arruma emprego num escritório cheio de ovelhas.
Vídeo premiado e não podia ser diferente.
Diretamente da Espanha, vem este curta divertido que trata de certa forma, das relações no trabalho.

Espero que vocês se divirtam e até semana que vem!
Abração!


domingo, 13 de maio de 2012

Na Estante: Hawkeye Marvel Select #EspecialVingadores


Fala, pessoal!

Vamos para mais um post do Especial Vingadores!

Como mencionado no review do Deadpool da Marvel Select, essa serie foi feita para colecionadores. Mas são poucas as figuras que me interessaram verdadeiramente, até que anunciaram algumas figuras exclusivas da loja da Disney e Clint Barton foi divulgado como uma das figuras dessa linha, sabia que tinha que comprá-la!

A ideia original era fazer um review em vídeo, mas o tempo mais uma vez não ajudou. Estou estudando a possibilidade de fazer um streaming ao vivo montando o próximo model kit que adquirir, então aguardem!

Apesar de comparações com o Marvel Select do Deadpool serem um tanto óbvias, a figura tem um charme especial, e não é somente por se tratar de um figura “exclusiva” da loja da Disney em Orlando. Acho que o principal diferencial está no fato de ser uma figura clássica: apesar de a linha ter lançado figuras com visual clássico (como o Homem Aranha e o Demolidor, mas estes são os visuais padrões, na verdade), foi muito interessante, em meio ao lançamento do filme dos Vingadores,  optarem pelos personagens clássicos e não pelo visual dos filmes.

Seguindo o padrão da coleção (que está quase se tornando um padrão de coleção para mim, mas falta espaço) a figura tem um acabamento muito bom, mas articulações limitadas, dando aquele efeito de "Estátua Articulada"- apesar da coloração da figura ser mais clara que nas fotos de divulgação, não compromete o visual do personagem. O arco segue o incômodo fato de ter sua "corda" fixa no arco, não sendo possível deixá-lo em posição de "ataque" (mas as articulações também não deixam, na verdade), mas com um ponto extremamente positivo para o Homem Formiga na ponta de uma das flechas, fazendo alusão a uma capa de HQ clássica.








Tal qual as figuras da coleção, o Hawkeye vem com um pequeno diorama, que só deixa o produto ainda mais "rebuscado". No caso de nosso querido arqueiro, ele está sobre a carcaça de Ultron, o robô criado por Hank Pym e um dos clássicos inimigos dos Vingadores. O vilão está crivado de flechas, que são encaixadas em pequenos furos que tem no diorama, o que gera uma certa "forçação de barra", já que o Gavião é notoriamente um "bucha".

Obviamente, o Marvel Select é a melhor versão do Hawkeye, e num preço bem mais acessível que a versão da MArvel Legends (que chega em absurdos R$400,00 lacrado) e suas versões da Marvel Universe. Mesmo com um preço "salgado" para quem não é colecionador da linha (ou que goste do personagem, como é o meu caso), ainda é a melhor opção para action-figure (mas aí é um padrão da coleção como um todo).



Comparação das actions figures do Gavião:

          
                  
Aproveito e deixo o vídeo de um review gringo pra vocês!


Valeu, galera! Até mais!

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Curta o curta! - Hambuster

A vida as vezes nos traz dias não tão bons.
Enfim, essa foi a razão principal para o atraso do curta o curta dessa semana.
Explicação vagamente dada, vamos ao que interessa.

Essa animação me fez lembrar dos filmes de terror da décadas de 80/90, onde qualquer coisa podia ser um monstro que saía atacando tudo e todos.

Me remeteu a Pequena Loja de Horrores, A Coisa, em determinada cena, até a Men in Black e inclusive filmes de zumbis.


Uma animação completamente non-sense pra dar uma aliviada na tensão diária, onde um pacato cidadão que queria comer seu hamburguer acaba, de certa forma, virando o lanche.

No vídeo dessa semana resolvi sair um pouco do padrão de qualidade que procuro manter, trazendo um vídeo divertido, com ação e tensão.Não chega a ser uma obra de arte e também chega a ter  nenhuma mensagem contida (será?).Diversão pura em uma história sem muito sentido, afinal, nem tudo na vida precisa fazer sentido para ser divertido! (Ou precisa?)
Também trouxe este vídeo porque todo e qualquer assunto que se possa mencionar, perde muito da atenção diante dos Vingadores que está tendo até especiais por aqui.

Ótimo restante de semana à todos e até a próxima!!
Abraço!


 

terça-feira, 8 de maio de 2012

Hieróglifos: A Guerra Kree-Skrull #EspecialVingadores

Três vacas. É complicado.
Saudações, galera! E cá estamos com mais um mergulho na proverbial caixa de gibis antigos, mesmo que muitas vezes eles não estejam em uma caixa. E aproveitando o clima "vingativo" que vem dominando esta semana, nosso objeto de estudo este mês será uma história importante dos maiores heróis da Terra. Senhoras e senhores, permitam-me transportá-los para o distante ano de 1971, quando a Terra foi o palco do enfrentamento velado de duas potências capazes de aniquilar a humanidade. E não estou falando da Guerra Fria! Ou estou?
Mais ou menos. A Guerra Kree-Skrull aqui é uma grande saga que foi publicada entre março de 71 e junho do ano seguinte, e uma de suas principais marcas é o quanto ela é fortemente influenciada por sua época. Mas estou me adiantando, vamos a uma sinopse, primeiro.
Os Krees e os Skrulls, duas raças de conquistadores estelares estão envolvidos em uma guerra de proporções galáticas, e agora a Terra, um dos planetas com a população "semeada" pelos Krees, torna-se palco de batalha entre ambas as facções, chegando ao ponto dos Vingadores se deslocarem para o espaço profundo para confrontar as duas raças que se digladiam.
A história é muito bem-contada, cheia de reviravoltas e surpresas. Consegue ser uma das poucas vezes nesta seção que preciso tomar cuidado para não revelar spoilers, sinceramente.
Quanto ao que falei anteriormente sobre a história ser fortemente influenciada por sua época, bom, é o auge da Guerra Fria, há todo o clima de "caça às bruxas" com relação a possíveis agentes comunistas infiltrados nos EUA. A base sobre a qual é construída a primeira parte dessa aventura é descaradamente extraída do clima dessa época, com coisas como o personagem H. Warren Craddock, o diretor da "Comissão de Atividades Alienígenas" do governo dos EUA. O homem é o típico. Ele é exatamente a personificação do espírito da época que na DC levou a Sociedade da Justiça a encerrar suas atividades, além de ser uma espécie de "esboço" do tipo de personagem que viria a ser o Senador Robert Kelly alguns anos mais tarde.
Adoraria explicar, mas só lendo.
Se por um lado há muita trama política por baixo dos panos nessa edição, por outro, as cenas de ação, no excelente traço de Sal Buscema são um show à parte! O homem faz um trabalho de mestre ao ENCHER de cenas de super-heroísmo o roteiro de Roy Thomas, que sem isso talvez sofresse um pouco por ser excessivamente expositivo e dramático (a forma como Mercúrio é retratado chega a ser INSUPORTÁVEL!).
O visual começa a ser REALMENTE um show a partir da segunda parte do capítulo 5 (publicado em novembro de 71), criativamente intitulada "Viagem ao centro do andróide!", que é uma bela viagem psicodélica/futurista pelas entranhas do Visão, tendo como anfitrião o sempre esquecido Homem-Formiga. A partir daí temos pérolas como o Golias tentando derrubar uma espaçonave em pleno vôo SUBINDO EM CIMA DELA E SENTANDO A PORRADA, ou o disparo de uma arma de destruição em massa sobre o Grande Refúgio dos Inumanos sendo impedido por uma redoma impenetrável. São os tipos de exageros que esperamos ver em um gibi de super-heróis, certo crianças?
Enfim, é muito difícil falar dessa história sem dar spoilers, de fato já tem muita coisa aqui que acabei revelando. Vale MUITO ser lida e ver bem esse recorte da época nas mãos de dois grandes nomes dos quadrinhos.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Pipoca: Os Vingadores, por Jeh Felixx #EspecialVingadores




Olá, flores gentis! Como vão?
Dando sequência ao Especial Vingadores aqui no blog, venho com um review com uma certa pitada de estrogênio e um olhar um tanto "leigo" já que não conheço mais sobre o supergrupo além dos bombardeios de perguntas pro DioRod!

Sem me estender nas explicações, o filme é o desfecho (tá mais como objetivo) de todos os filmes de heróis anteriores: Homem de Ferro 1 e 2, Hulk's, Thor e Capitão América. Loki, o irmão adotivo do Thor, é o grande vilão, com um poder destrutivo o suficiente para ameaçar o mundo. Para detê-lo, Nick Fury e a Shield tiram do bolso a "Iniciativa Vingadores", que visa usar um supergrupo de pessoas excepcionais como defesa do planeta. Mais do que isso, é quase spoiler.


Minha impressão geral do filme? É o melhor filme de Super Heróis já feito. É como um filme de Super Herói deve ser: vibrante, divertido, cheio de ação, pessoas bonitas e cidades sendo destruídas. O longa respeita os fãs de quadrinhos e do título "Vingadores", o espectador que não conhece nada sobre os heróis, o cara que gosta de um bom filme de ação, a criança que vai ao cinema no fim de semana com os pais. E realmente agrada a todos eles. Roteiro redondinho, enredo "clichê que funciona" (quem disse que clichês são ruins?), efeitos especiais realmente muito bons, é um prato cheio pra quem quer se divertir com explosões e contenções de ameaças de fim de mundo na tela.


Mas, esse monte de heróis juntos no mesmo filme, funciona? Perfeitamente bem. Cada qual com sua parte no desenvolvimento da história. Talvez não fosse tão bom se não tivessem todos eles lá. Alguns atores dão um show à parte, mas não deixa nenhuma sensação de que um é mais legal que o outro. A interpretação dos atores em grande parte convence muito, mas alguns realmente roubam a cena, como o Agente Coulson (Clark Gregg) sendo um pouco mais humano, Mark Ruffalo como um Bruce Banner eternamente temeroso de se descontrolar e se tornar o Hulk, a Viúva Negra mostrando a que veio, sendo mais do que uma Scarlett Johansson gostosa, uma espiã fodona que enfrenta, sem poderes, monstros alienígenas armados, o Gavião Arqueiro de Jeremy Renner comparado ao Legolas (Senhor dos Anéis) em uma das melhores piadas do filme.


Mas pra mim, o destaque é para Tom Hiddleston e seu mimado, extremo, meio doido e lindo Loki. É aquele tipo de vilão que não sabemos se amamos ou odiamos, com um pensamento distorcido da verdade, vingativo e emocional, tão convencido de si mesmo que se deixa enganar em seu próprio jogo de enganação e controle da mente. A interpretação dele é ótima, com seus sorrisos ofídios e olhares ensandecidos ou à beira das lágrimas. No final das contas, os três grandes heróis do filme, foram os menos legais: o Capitão América de Chris Evans ainda é muito inseguro, não tem a voz de comando e liderança do Steve Rogers que conhecemos; o Thor quase não aparece e perdeu muito do seu brilho imponente de príncipe e seu sorriso maroto (o que é uma grandíssima pena!) e o Tony Stark/Homem de Ferro me irritou com suas piadas infinitas, chegou a ser forçado.


O filme não é nota 10 em 10, tem uma coisinha ou outra que não ficou perfeita. Mas 9.5 leva fácil! É incrivelmente divertido e empolgante, funciona melhor do que qualquer outro já feito como filme de Super Herói. É a transposição dos quadrinhos pra telona.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Pipoca: Os Vingadores, por DioRod #EspecialVingadores

Olá pessoal!

Dando continuidade ao nosso especial que começou com o Gamics no Fenix Down, trago para vocês minhas impressões do filme. A ideia é que todos os integrantes que assistirem ao filme façam suas resenhas também.

E que filme incrível!

É muito difícil falar da história sem dar spoiler, então vou me resumir em dizer que é uma adaptação muito legal da origem dos quadrinhos dos anos 60, em que Loki é o estopim para que os heróis se unam. E está tudo lá: as brigas entre os heróis antes da união, o vilão se sobressaindo até o último momento, as superações e o sacrifício. Tudo está lá, como todo bom filme de ação e seus clichês, mas trabalhados de forma extremamente respeitosa com a mitologia original e principalmente com o universo cinematográfico que a Marvel Studios criou desde Homem de Ferro 1.

Todos os atores voltam aos seus papéis dos filmes anteriores, com exceção do Hulk, vivido por Mark Rufallo. A trama é bem simples, de rápida (e fácil) digestão pelo público leigo em quadrinhos: Loki toma posse de um poder imenso e usa o Cubo Cósmico para abrir um portal para trazer seres alienígenas a Terra (ou Midgard) e dominá-la, usando alguns humanos sob seu controle (como o Gavião Arqueiro e o Doutor Erick Selvick, que apareceram em Thor). A Shield se vê impotente contra essa ameaça e Nick Fury decide por em prática a Iniciativa Vingadores, que havia sido cancelada (oficialmente).

Todos os heróis tem os seus momentos, mesmo os considerados mais deslocados em poderes, como o Gavião e a Viúva Negra, que mostram por que fazem parte dos Heróis mais Poderosos da Terra. Mas não adianta, Robert Downey Jr rouba a cena. Desde o primeiro momento em que aparece como Tony Stark, todas as suas "tiradas" são muito bem colocadas, nada exagerado e dando o tom certo para que cada personagem tenha sua vez.

Mas mesmo sendo a estrela principal, o Homem de Ferro não é o melhor personagem do filme. Na verdade, não dá pra dizer qual o melhor personagem, mas um destaque muito legal realmente fica para o Bruce Banner/Hulk. Substituindo um ator consagrado, Mark Rufallo chegou no elenco como o estepe, o cara escolhido as pressas. Pelo que li de suas entrevistas, estava bem humilde com relação a seu papel, sem se achar demais e sem ser muito modesto também. E que ótimo personagem ele faz nesse filme! 

O professor Bruce Banner mostra o tom de quem a qualquer momento pode explodir: sua "calma" é claramente forçada, a todo momento ele dá aquela "respirada", sempre lutando contra "o outro cara", bem ao estilo Jekyll e Hyde. Quando se transforma, a CGI é a melhor já feita para o personagem- realmente captar expressões faciais e corporais do ator ajudou muito em deixar o Gigante Esmeralda mais real.

Infelizmente, o elo mais fraco do filme fica para o personagem que teria de ser o mais emblemático: o Capitão América de Chris Evans fica ofuscado em meio a tantos personagens carismáticos, e mesmo as cenas em que teria de mostrar sua capacidade de estratégia e a referência que é o Capitão acaba ficando um pouco fraco, apesar das cenas de ação e sua primeira aparição como o bandeiroso e com o Thor sejam ótimas. Mas aí é mais pela direção/efeitos visuais, e nem tanto pelo ator.



De toda forma, o filme é sim, o melhor filme de heróis em todos os tempos. Este é o modelo a ser seguido a partir de hoje, não adianta tentar "elitizar" a coisa. Foi como disseram no twitter:

"Joss Whedon trouxe o mundo real para o universo dos Vingadores!"

Até mais, galera!

terça-feira, 1 de maio de 2012

Curta o curta! - O Ogro




Sério que vocês pensaram que não ia ter filminho hoje?
Aqui nós trabalhamos mesmo no dia do trabalhador, oras!

Hoje o curta o curta trará pela primeira vez uma animação nacional.MUITO bacana por sinal (rimou, e daí?).Indicação do amigo e também colaborador do blog, Heder Honório.
E pra quem pensa que no país não tem nada de qualidade (pensamento que infelizmente ainda existe), este vídeo ja ganhou até prêmio!
Terror bacanérrimo de cerca de 7 minutos, contando a história de um cavaleiro que parte em busca do Ogro, para tentar matá-lo.Se ele consegue? Assista e descubra, se tiver coragem! Mwahahahaha...

Baseado nas HQ de 1984, criada por Julio Shimamoto ( um dos precursores da nacionalização das HQs no país), O Ogro  foi realizado por Marcio Junior e Marcia Dereti.
Segundo os criadores do vídeo, uma forma de homenagear Julio Shimamoto.

Boa diversão, bom feriado e até semana que vem!
Abraço!