Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

terça-feira, 22 de maio de 2012

Na Estante: A Maldição Do Tigre

Olá flores perfumadas! Diminuindo a minha lista de coisas para ler (se eu empilhasse folha por folha, daria uns 2 metros de altura), terminei o fofo "A Maldição do Tigre", da Colleen Houck. Uma aventura doce e apimentada nas florestas indianas, que faz você terminar o livro com um gostinho de temperos picantes e agridoces e cheiros de flores no ar.


A história gira em torno de Kelsey, uma garota comum de 17 anos, inteligente e prestativa, que não se acha bonita nem mais interessante do que as outras. Órfã recente, vive com sua família adotiva veganista no Oregon em uma vida comum e feliz, porém solitária. Apesar de gostar muito de sua nova família, Kelsey não se deixa amar novamente, por medo de perder aqueles que ama, assim como perdeu seus pais. Na intenção de juntar fundos para a faculdade, Kelsey entra em um emprego temporário de verão em um circo.



A garota é bem recebida pelos integrantes da trupe e fica responsável por alimentar e cuidar de um tigre branco (que, pra quem não sabe, é uma raça indiana e não da Sibéria) e sente uma ligação com o animal assim que os olha nos brilhantes olhos azuis. À partir daí, Kelsey passa a frequentar o estábulo onde fica a jaula do tigre, Dhiren, todas as noites, conversa, lê livros, faz carinho. Um dia, um senhor indiano aparece e oferece uma boa quantia em dinheiro ao dono do circo pelo tigre, para soltá-lo em uma reserva florestal na Índia e convida Kelsey para acompanhar a viagem. Já na Índia, no meio da floresta, Kelsey descobre que o tigre, na verdade é um príncipe amaldiçoado pelo pai de sua noiva, preso no corpo de um tigre por mais de 300 anos, assim como seu irmão, Kishan. Kelsey também descobre que é a escolhida da deusa Durga para quebrar a maldição.

Então, Ren e Kells, como eles se chamam, passam a enfrentar criaturas mágicas, lugares místicos, perigos mitológicos para desvendar a profecia de Durga e retirar a maldição dos dois irmãos tigres.






Apesar de algumas coisas acontecerem meio sem sentido, como Kelsey ser a escolhida da Deusa indiana (como, se ela é americana e nunca teve contato anterior com a cultura do país?), e dos clichês, que até funcionam bem para o tipo de narrativa, é uma leitura muito boa. A forma com que a cultura da Índia é apresentada é simplesmente deliciosa, à ponto de deixar o leitor com vontade de experimentar os pratos exóticos e temperados. O romance entre Kells e Ren é bem colocado, não acontece repentinamente e não é raso. Existe uma sensualidade sutil palpável e é fácil se identificar com a personagem principal: o tigre, tanto em sua forma animal como em sua forma humana, é lindo! Gentil e misterioso, com uma arrogância e prepotência proveniente de sua posição real. E seus olhos azuis...
 
 A autora, Colleen Houck, consegue passar o carinho em uma relação de amizade e companheirismo, e de paixão contida. Vale a pena ler A Maldição Do Tigre, afinal, o livro foi lançado originalmente como e-book e foi impresso devido o sucesso. Collen vem ao Brasil na Bienal em agosto, e tentarei um autógrafo no meu exemplar do livro. Enquanto isso, aguardo ansiosamente a continuação da história (uma trilogia): O Resgate Do Tigre.
Mais sobre o livro e a autora no site oficial (em inglês)


A Maldição Do Tigre
Collen Houck
Editora Arqueiro
344 páginas

Atualizando...
A Luana me corrigiu e me informou que o livro já foi lançado aqui em terras brasileiras na semana passada!

Reações: