Teste Teste Teste

comments powered by Disqus

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Pipoca: Os Vingadores, por DioRod #EspecialVingadores

Olá pessoal!

Dando continuidade ao nosso especial que começou com o Gamics no Fenix Down, trago para vocês minhas impressões do filme. A ideia é que todos os integrantes que assistirem ao filme façam suas resenhas também.

E que filme incrível!

É muito difícil falar da história sem dar spoiler, então vou me resumir em dizer que é uma adaptação muito legal da origem dos quadrinhos dos anos 60, em que Loki é o estopim para que os heróis se unam. E está tudo lá: as brigas entre os heróis antes da união, o vilão se sobressaindo até o último momento, as superações e o sacrifício. Tudo está lá, como todo bom filme de ação e seus clichês, mas trabalhados de forma extremamente respeitosa com a mitologia original e principalmente com o universo cinematográfico que a Marvel Studios criou desde Homem de Ferro 1.

Todos os atores voltam aos seus papéis dos filmes anteriores, com exceção do Hulk, vivido por Mark Rufallo. A trama é bem simples, de rápida (e fácil) digestão pelo público leigo em quadrinhos: Loki toma posse de um poder imenso e usa o Cubo Cósmico para abrir um portal para trazer seres alienígenas a Terra (ou Midgard) e dominá-la, usando alguns humanos sob seu controle (como o Gavião Arqueiro e o Doutor Erick Selvick, que apareceram em Thor). A Shield se vê impotente contra essa ameaça e Nick Fury decide por em prática a Iniciativa Vingadores, que havia sido cancelada (oficialmente).

Todos os heróis tem os seus momentos, mesmo os considerados mais deslocados em poderes, como o Gavião e a Viúva Negra, que mostram por que fazem parte dos Heróis mais Poderosos da Terra. Mas não adianta, Robert Downey Jr rouba a cena. Desde o primeiro momento em que aparece como Tony Stark, todas as suas "tiradas" são muito bem colocadas, nada exagerado e dando o tom certo para que cada personagem tenha sua vez.

Mas mesmo sendo a estrela principal, o Homem de Ferro não é o melhor personagem do filme. Na verdade, não dá pra dizer qual o melhor personagem, mas um destaque muito legal realmente fica para o Bruce Banner/Hulk. Substituindo um ator consagrado, Mark Rufallo chegou no elenco como o estepe, o cara escolhido as pressas. Pelo que li de suas entrevistas, estava bem humilde com relação a seu papel, sem se achar demais e sem ser muito modesto também. E que ótimo personagem ele faz nesse filme! 

O professor Bruce Banner mostra o tom de quem a qualquer momento pode explodir: sua "calma" é claramente forçada, a todo momento ele dá aquela "respirada", sempre lutando contra "o outro cara", bem ao estilo Jekyll e Hyde. Quando se transforma, a CGI é a melhor já feita para o personagem- realmente captar expressões faciais e corporais do ator ajudou muito em deixar o Gigante Esmeralda mais real.

Infelizmente, o elo mais fraco do filme fica para o personagem que teria de ser o mais emblemático: o Capitão América de Chris Evans fica ofuscado em meio a tantos personagens carismáticos, e mesmo as cenas em que teria de mostrar sua capacidade de estratégia e a referência que é o Capitão acaba ficando um pouco fraco, apesar das cenas de ação e sua primeira aparição como o bandeiroso e com o Thor sejam ótimas. Mas aí é mais pela direção/efeitos visuais, e nem tanto pelo ator.



De toda forma, o filme é sim, o melhor filme de heróis em todos os tempos. Este é o modelo a ser seguido a partir de hoje, não adianta tentar "elitizar" a coisa. Foi como disseram no twitter:

"Joss Whedon trouxe o mundo real para o universo dos Vingadores!"

Até mais, galera!

Reações: